termostato - características e funcionamento
saiba tudo sobre termostato - características e funcionamento

TERMOSTATO – CARACTERÍSTICAS E FUNCIONAMENTO

Instalação e Manutenção Elétrica

Saiba Tudo Sobre Termostato – Características e funcionamento

termostato
termostato

 

A maioria das pessoas associa o uso do termostato à geladeiras, contudo, a utilização desse dispositivo é mais ampla do que muitos imaginam.

 

Você deve estar se perguntando, mas afinal, o que é o termostato e para que serve? Foi pensando nessas dúvidas sobre o termostato que criamos esse conteúdo com informações sobre as características e o funcionamento do termostato.

 

Nesse texto, iremos falar sobre os seguintes tópicos:

 

  • O que é termostato?
  • Funcionamento dos termostatos
  • Características dos termostatos
  • Tipos de sistema dos termostatos
  • Termostatos – principais tipos
  • Termostato Bimetálico
  • Termostato Mecânico
  • Termostato Digital
  • Sensor de temperatura a gás
  • Como utilizar o termostato?

 

 

O que é termostato?

 

De maneira resumida, o termostato é um dispositivo que controla a temperatura de máquinas e equipamentos de maneira automática e previamente programada.

 

O termostato detecta variações de temperatura para corrigi-las a fim de manter a temperatura pretendida, de acordo com a necessidade de cada máquina ou equipamento.

 

Entre os equipamentos e máquinas que utilizam o termostato para controlar a temperatura, podemos destacar:

 

  • Chocadeiras
  • Estufas
  • Aparelhos de ar condicionado
  • Marmiteiros
  • Equipamentos laboratoriais
  • Fornos
  • Aquecedores
  • Aquários
  • Geladeiras
  • Berços com sistema de aquecimento
  • Tanques de aquecimento
  • Ferros de passar

 

O termostato é um item de automação essencial para que esses e outros aparelhos funcionem, afinal, não é possível imaginar máquinas e equipamentos com capacidade de aquecimento ou refrigeração sem um termostato para controlar.

 

Para manter a temperatura dentro de equipamentos e máquinas, os termostatos se encarregam de detectar variações térmicas e corrigi-las de maneira automática.

 

Entre os componentes do termostato, os que podem ser considerados como principais são os sensores e reguladores.

 

Para entender melhor como esses dois componentes funcionam, o sensor atua no termostato como um indicador de variações térmicas.

 

O regulador por sua vez, age controlando e corrigindo a oscilação térmica para manter o ambiente dentro da temperatura desejada.

 

Funcionamento dos Termostatos

 

Os termostatos funcionam como controladores automáticos de temperaturas geradas durante algum processo, seja de aquecimento ou refrigeração.

 

Por isso o termostato é um dispositivo essencial no controle e manutenção do nível ideal da temperatura de aparelhos.

 

Como já vimos, a função dos termostatos é controlar e manter a temperatura de aparelhos de vários tipos e diferentes finalidades, mas que são importantes para o nosso dia a dia.

 

O regulador é um componente do termostato que faz com que a temperatura permaneça dentro dos limites previamente determinados.

 

O funcionamento do termostato é coordenado pelo regulador, é graças a esse componente que o termostato controla a temperatura de aparelhos em geral, como por exemplo, a geladeira.

 

O sensor envia um sinal para o regulador que adequa a temperatura para os níveis estabelecidos.

 

A adequação da temperatura é feita através do acionamento de um circuito que funciona como uma chave que liga e desliga o termostato.

 

Mas não se trata apenas de desligar o dispositivo, o sensor é o componente do termostato que aciona mecanismos que são capazes de corrigir alterações na temperatura dos aparelhos.

 

Para realizar essa ação, o sensor do termostato combina as alterações de pressão com as variações de temperatura.

 

Um exemplo de termostato, pode ser constituído por um recipiente cilíndrico feito de metal, seu interior pode conter gás ou líquido. Esse recipiente é ligado a um bulbo através de um tubo.

 

Esse tipo de termostato se comunica da seguinte maneira: O recipiente que contém líquido ou gás capta as variações de temperatura e comunica diretamente ao bulbo através do tubo que liga o recipiente ao bulbo.

 

Isso é possível porque o conteúdo do recipiente é fixo o que permite identificar mudança na pressão através da alteração nas faixas de controle do termostato que transmite ao elemento central.

 

Por ter um limite de temperatura estabelecido que não pode ser ultrapassado, o termostato possibilita que aparelhos funcionem de maneira precisa e segura sem que seja necessário fazer a regulagem ou leitura da temperatura.

 

Isso acontece porque as variações fazem com que o volume no interior do recipiente diminua ou aumente, à medida que o volume do recipiente se altera para mais ou menos, a temperatura também é alterada, mas de forma a compensar as diferenças de amplitude da temperatura.

 

 Caraterísticas dos termostatos

 

Desde que foi criado o primeiro termostato elétrico em 1883 por Warren S. Johnson, as características dos termostatos foram se tornando mais sofisticadas, acompanhando a modernidade e as novas tecnologias.

 

Em tese os termostatos são componentes relativamente simples, contudo, podem ter funções diferentes que dependem principalmente do tipo de termostato, e existem vários tipos de termostatos como: termostatos bimetálicos, mecânicos, digitais, entre outros.

 

Os termostatos podem ser compostos por materiais distintos, mas todos possuem coeficiente de dilatação para que seja possível curvar as chapas para impedir que a corrente passe.

 

Entre os materiais que podem compor os termostatos podemos destacar: ferro, cobre e chapas de metal e latão.

 

Existem outros tipos de termostatos que utilizam softwares para controlar a temperatura que ligam ou desligam o termostato com um interruptor eletromecânico.

 

Tipos de sistema dos termostatos

 

Existem termostatos cujo sistema funciona oferecendo respostas corrigindo a temperatura através de mecanismos corretores.

 

Mas existem outros tipos de sistemas de termostatos que possuem sistema air control que detectam alterações na pressão ativando o comando necessário, resfriamento ou aquecimento.

 

O sistema do termostato liga o circuito, caso o resfriamento esteja abaixo do limite previsto, o sistema é automaticamente fechado ativando as resistências para ajustar a temperatura.

 

Quando o controle é feito por ventilação, o sistema age quando o calor ultrapassa o máximo estabelecido, quando isso acontece o contato é fechado e a refrigeração volta a ser ativada.

 

Termostatos – principais tipos

 

Os termostatos são utilizados em vários aparelhos e equipamentos, o tipo de termostato deve estar de acordo com a utilização do aparelho ou equipamento.

 

Entre os tipos de termostato frequentemente encontrados no mercado, destacamos:

 

Termostato Bimetálico

 

Como o próprio nome sugere, o termostato bimetálico é composto de duas placas de metal, sendo de metais diferentes. As duas placas são sobrepostas.

 

As placas possuem capacidade de dilatação diferentes, dessa forma, cada placa expande de acordo com sua capacidade no momento em que acontece o aquecimento.

 

Desta forma, ao expandir de maneiras diferentes, cada uma de modo específico para que se curve de maneira a abrir ou fechar o contato.

 

Através disso, existe a obtenção de uma espécie de interruptor que é acionado sempre que a temperatura aumenta.

 

Termostato Mecânico

 

O termostato mecânico é um dispositivo que pode utilizar os princípios bimetálicos e o de pressão de gases, o funcionamento desse termostato se dá a partir de sensores não eletrônicos.

 

Termostato Digital

 

O termostato digital é um dispositivo que usa sensores eletrônicos como os termistores e os termopares.

 

O termistor funciona no termostato digital como um sensor, é por isso que, quanto maior a atividade no sistema do termostato, menor a resistência elétrica.

Por isso, o registro feito pelo termistor é capaz de determinar a temperatura do ambiente.

 

Os termopares funcionam de maneira diferente a do termistor, os termopares realizam o registro das mudanças relativas ao potencial elétrico.

 

Isso pode ser feito graças à anatomia dos termopares que são formados por um par de filamentos metálicos, feitos de diferentes tipos de materiais e mutuamente ligados pelas extremidades.

 

O termostato deve ser utilizado segundo a designação do seu uso, e também de acordo com a amplitude de oscilação do aparelho ou equipamento.

 

Sensor de temperatura a gás

 

O sensor de temperatura a gás é um termostato que funciona a partir do princípio da dilatação dos gases. O funcionamento é realizado quando o gás se expande ao sofrer aquecimento, a partir dessa expansão feita em local limitado, ocorre a manutenção do volume do gás e o aumento da pressão.

 

Através desse processo o gás consegue mensurar a pressão do sistema podendo determinar a atmosfera de acordo com o registro da unidade.

 

Como utilizar o termostato?

 

Como vimos, os termostatos são dispositivos responsáveis em controlar a temperatura de acordo com a necessidade de aparelhos e equipamentos.

 

Embora pareça algo automático que está sempre em perfeito funcionamento, não é bem assim, para que os termostatos funcionem corretamente é necessário observar alguns cuidados com o sistema de aquecimento ou refrigeração.

 

Na hora de escolher o termostato que irá utilizar, é interessante considerar alguns aspectos que listamos para você.

 

Escolha o termostato correto

 

Existem muitas marcas e modelos de termostatos, entretanto, na hora de comprar, é essencial escolher o termostato correto.

No momento de escolher o termostato é comum que surjam dúvidas acerca da melhor escolha, uma das dúvidas em relação ao termostato é se vale a pena investir em um termostato mais sofisticado ou se o mais simples atende de maneira satisfatória.

Os critérios que devem ser adotados no momento de adquirir o termostato são em relação à qualidade, eficiência, durabilidade e custo-benefício. Conhecer o produto e suas vantagens no uso pretendido.

 

Entenda o funcionamento do termostato

 

Entender o funcionamento e as características do termostato possibilita o uso correto do dispositivo. Portanto, a leitura de manuais é uma forma de evitar problemas futuros em relação a instalação, configuração e nas funções que o dispositivo desempenha.

 

Cuidados com a instalação do termostato

 

É essencial ter alguns cuidados na hora de instalar o termostato, a utilização de ferramentas apropriadas evita danos ao termostato. Não se deve golpear ou dobrar os terminais elétricos, é importante evitar quedas do termostato para evitar danos.

A parte elétrica deve ser perfeitamente ligada, para garantir o funcionamento correto do termostato.

Para que tudo seja feito de maneira correta, é essencial que o serviço seja realizado por profissionais qualificados.

 

 

Posicione corretamente o sensor do termostato

 

O sensor é um elemento essencial no funcionamento do termostato, portanto, para que o termostato funcione de maneira correta, o posicionamento do sensor deve ser realizado no local onde não haja divergências que possam interferir na precisão do termostato.

Deve ser evitado o posicionamento do sensor próximo a resistências elétricas ou ventiladores, porque isso afeta de maneira direta na leitura da temperatura, além de prejudicar o funcionamento do termostato.

A instalação e o posicionamento do sensor do termostato deve ser realizada apenas por profissionais, é a única maneira de garantir o posicionamento correto do sensor e de outros componentes do termostato.

 

Conheça as opções de termostatos

 

Saber o que procura é uma forma de encontrar o produto que melhor te atende, por isso é importante conhecer as opções de termostatos que estejam alinhadas à sua utilização.

Por exemplo, em alguns casos, o termostato deve ser bastante preciso para evitar problemas, como no caso de câmaras que são utilizadas para preservar remédios ou vacinas.

Esse tipo de câmara precisa ser monitorado periodicamente a fim de evitar variações de temperatura que possam causar perda de material.

Os termostatos mais sensíveis são a escolha mais sensata para situações como essa onde é exigido um rígido controle de temperatura.

Saber qual termostato se encaixa melhor para a funcionalidade é uma forma eficaz de realizar a melhor escolha dentro do que se pretende do termostato. Quer eletricista para manutenção de termostato?

Eletricista Santo Andre
ELETRICISTA EM SANTO ANDRÉ

Eletricista Santo André

Procurando Eletricista em Santo André Quando surgem problemas elétricos, independente do problema, seja ele um fio derretido ou uma lâmpada piscando por mau contato, é

Leia mais »
Eletricista no Ipiranga SP
ELETRICISTA EM SÃO PAULO

Eletricista no Ipiranga

Procurando Eletricista no Ipiranga Quando surgem problemas elétricos, independente do problema, seja ele um fio derretido ou uma lâmpada piscando por mau contato, é sempre

Leia mais »
Eletricista Vila Clementino
ELETRICISTA EM SÃO PAULO

Eletricista na Vila Clementino

Procurando Eletricista na Vila Clementino Quando surgem problemas elétricos, independente do problema, seja ele um fio derretido ou uma lâmpada piscando por mau contato, é

Leia mais »
Eletricista Vila Madalena
ELETRICISTA EM SÃO PAULO

Eletricista na Vila Madalena

Procurando Eletricista na Vila Madalena Quando surgem problemas elétricos, independente do problema, seja ele um fio derretido ou uma lâmpada piscando por mau contato, é

Leia mais »
Eletricista na Vila Mariana, SP
ELETRICISTA EM SÃO PAULO

Eletricista na Vila Mariana

Procurando Eletricista na Vila Marina? Quando surgem problemas elétricos, independente do problema, seja ele um fio derretido ou uma lâmpada piscando por mau contato, é

Leia mais »

Todos os direitos reservados: Adriano Eletricista

error: O conteúdo está protegido !!