eletricista industrial. eletricista industrial.

Eletricista industrial deve ser versátil e seguir as normas técnicas e de segurança

O mercado de trabalho está cada vez mais competitivo e exigente, e não é diferente para os eletricistas. Devido a essa exigência cada vez maior, esses profissionais precisam aperfeiçoar seus conhecimentos e buscar uma área de atuação mais abrangente. A área industrial significa esse passo a mais na profissão, pois todo eletricista industrial reúne técnicas suficientes para atuar em residências, edifícios e estabelecimentos comerciais. No entanto, nem todo eletricista residencial ou predial pode atuar na indústria.

Para manter uma máquina em perfeito estado e funcionando corretamente, é necessário o empenho de muitos profissionais de áreas de atuação distintas. Um deles é o eletricista industrial, um dos encarregados pelo pleno funcionamento da parte elétrica do maquinário e dos processos industriais.

Os eletricistas industriais atuam com montagem, instalações, operação e manutenção das máquinas que compõem os mais diversos setores da nossa indústria. São técnicos especializados em motores elétricos, pontes rolantes, máquinas de solda, prensas, entre outros equipamentos.

A atuação de um eletricista industrial qualificado também é fundamental para garantir a segurança dos operadores das máquinas e de todo o ambiente de trabalho. Para isso, deve-se adotar determinados procedimentos, como auditorias constantes, e revisá-los de maneira programada.

Segurança na indústria

Muitos desses procedimentos estão previstos em três normas regulamentadoras (NRs) que são fundamentais para estabelecer essa segurança e reduzir os riscos de acidentes elétricos. São elas: NR-10, NR-12 e NBR-5410.

As duas primeiras estabelecem conjuntamente medidas de controle e proteção, funcionamento, uso e certificação de máquinas, análise de risco, e outras normas que servem de referência técnica e princípios fundamentais para garantir a saúde e a integridade física dos trabalhadores.

Elas definem que medidas preventivas de controle de risco elétrico e de outros riscos adicionais devem ser adotadas em todas as intervenções feitas nas instalações elétricas. Além disso, as máquinas devem respeitar os requisitos fornecidos pelos fabricantes ou, na falta deles, um projeto elaborado por profissional legalmente habilitado.

Já a NBR-5410 tem caráter técnico e se aplica às instalações, novas ou reformadas, localizadas em áreas descobertas, externas às edificações, bem como a outras situações previstas por ela.

Um eletricista industrial plenamente qualificado tem todo esse conhecimento para oferecer a segurança necessária ao seu empreendimento, seja qual for o seu ramo de atuação.

Amplo leque de atuação

Um eletricista industrial pode trabalhar em uma infinidade de setores e com vários tipos de atividades. Esse profissional está apto a participar do desenvolvimento de máquinas e otimização de processos.

Em sistemas de potência, pode atuar em empresas de geração, transmissão e distribuição de energia elétrica de alta, média ou baixa tensão. Reúne ainda conhecimentos especializados para concepção e desenvolvimento de circuitos elétricos em casas, apartamentos, prédios, empresas ou indústrias, o que é essencial para o setor da construção civil.

O eletricista industrial também pode produzir e aprimorar sistemas para automatização de processos e atividades como, por exemplo, robôs que interagem com esteiras, alimentadores e outros equipamentos para realizar operações como soldagem, pintura ou encaixotamento.

Enfim, estes são apenas alguns dos muitos exemplos de atuação profissional de um eletricista industrial especializado, um profissional que pode atuar em diversos setores da indústria do nosso país.

Quer mais eletricista industrial?